O I Simpósio MulheRio: não se nasce mulher torna-se mulher, olhares para o feminino – nasce de um encontro de mulheres que acolhem mulheres, escutam mulheres, atendem mulheres e são atravessadas por questões que costuram a constituição desse ser-mulher-no-mundo-agora. A inquietação toma um vulto e desconforto diante dos retrocessos e assimetrias sociais a que viemos sendo submetidas. O nome ‘mulherio’ é por, enquanto coletivo, abrigar em sua constituição a cidade que sediará esse encontro/debate/diálogo: o Rio de Janeiro. O mês será outubro para corroborar e fortalecer a campanha ‘outubro rosa’, mas se delonga por novembro, acreditando que a mulher também é azul, pode ser amarela, quem sabe verde, às vezes vermelha e inclusive ancorar um arco-íris abrigando a diversidade das possibilidades de desejos. E, em se falando em desejos… Desejamos construir um espaço de encontro para diálogo, troca, reflexão e, a partir da crença na potência do que é construído junto, um coletivo feminino. Um Simpósio distribuído em 2 dias: 31 de outubro e 01 de novembro do corrente ano. Composto de conferências, mesas, comunicações orais, palestras e diálogos – múltiplos olhares ao feminino. O evento será realizado nas instalações do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas do Rio de Janeiro, situado no bairro da Urca, Rua Xavier Sigaud número 150.

Serão dois dias de diálogos e trocas de saberes e experiências sobre as inúmeras possibilidades de ser-mulher.
Apresentando a complexidade a partir dos diferentes ângulos sobre o que é ser mulher;
Deixando à mesa o protagonismo feminino;
Verificando ‘O que queremos’ enquanto mulheres;
Construindo uma coletividade do feminino;

Os seguintes olhares serão abordados:

SAÚDE
GÊNERO
LETRAMENTO FEMININO
CIVILIDADES